SR Corse.png
premium-partner-elf-2.png


DUCATI MONSTER 900 "BETH 27"

O Mauro começou a andar tarde de motocicleta, motivado pelo cansaço de pegar metrô diariamente para ir trabalhar. Sua primeira moto foi uma Vespa, logo depois uma 125cc e então uma Ducati Streetfigher, que o fez se apaixonar pela marca italiana. Veio então a ideia de ter uma Ducati para uso diário. 

 

A motocicleta escolhida foi uma Monster 900, que foi umas das primeiras versões do modelo, e a ideia a princípio era fazer algo legal, mas simples. Porém, este conceito foi evoluindo até chegar ao projeto final da Beth 27, uma Café Racer clássica. 

 

As Monster, entretanto, não são modelos propriamente adequados para este tipo de projeto, pois o formato em V do chassi dificulta muito a obtenção daquela linha base para o posicionamento do tanque e rabeta. A solução encontrada no projeto foi a fabricação um novo tanque e rabeta, em uma única peça, com alteração da sessão traseira do chassi para acomodá-los adequadamente.

 

Outro elemento de destaque na Beth 27 foi o trabalho feito na parte elétrica. Além da fiação retrabalhada e escondida, os punhos foram eliminados com todos os comandos transferidos para um console central feito em alumínio. Um velocímetro no estilo Café Racer substituiu o original também.

 

O esquema de pintura foi inspirado nas antigas Ducati 125 TS, um modelo popular da marca no ano de nascimento do Mauro. Já os elementos mecânicos da moto foram todos polidos para combinar com visual clássico pretendido para o projeto.

 

Este acabou sendo um projeto que levou um pouco mais de tempo do que o planejado, uma vez que o Seba percorreu um caminho longo até encontrar as linhas harmônicas que combinassem com o acabamento retrô e minimalista desejado para a Beth 27.

 

 

Agradecimentos especiais: André Santos Fotografia Automotiva e Motocultura

 

   

 

PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS

 

●  Tanque e rabeta de alumínio em peça única com design SRC
●  Banco em couro projetado especialmente para este projeto
●  Suporte do farol SRC
●  Suporte de placa SRC
●  Escapamento completo SRC
●  Parte elétrica personalizada SRC, com destaque para os controles com chave alavanca e fiação escondida

●  Modernização do sistema de alimentação de combustível (bomba de vácuo substituída por uma elétrica)

●  Carburação feita especialmente para trabalhar com 2 filtros esportivos cônicos, direto nos corpos

●  Semiguidões de 916